Irã acusa EUA de apoiarem ditadores que levaram destruição ao Oriente Médio

O chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, escreveu em sua conta do Twitter sobre as novas acusações americanas em relação ao Irã e acusou os EUA de apoiarem "ditadores e extremistas" na região do Oriente Médio; por sua vez, o presidente Hassan Rohani respondeu as acusações de Donald Trump dizendo que são mentiras

Irã acusa EUA de apoiarem ditadores que levaram destruição ao Oriente Médio
Irã acusa EUA de apoiarem ditadores que levaram destruição ao Oriente Médio (Foto: FARS NEWS)

O chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, escreveu em sua conta do Twitter sobre as novas acusações americanas em relação ao Irã e acusou os EUA de apoiarem "ditadores e extremistas" na região do Oriente Médio.

"Os iranianos — incluindo os nossos compatriotas judeus — estão comemorando 40 anos de progresso apesar da pressão dos EUA, assim como Donald Trump acabou de fazer novamente acusações contra nós. A hostilidade dos EUA levou-os a apoiar ditadores, carniceiros e extremistas, que apenas trouxeram a ruína à nossa região", escreveu Mohammad Zarif.

A declaração do chefe da diplomacia iraniana, feita nesta terça-feira (5), veio um dia após o comunicado do presidente dos EUA, Donald Trump, de que as forças dos EUA irão permanecer no Iraque para monitorar o Irã.

O presidente iraniano Hassan Rouhani afirmou em resposta que esse comunicado (onde o Irã é mencionado) mostra as "mentiras americanas" relativamente ao combate ao terrorismo. Anteriormente, o líder norte-americano havia culpado a República Islâmica de desempenhar um papel desestabilizador na região.

"No outono passado, implementamos as sanções mais duras impostas por nós a um país. Não vamos tirar os olhos de um regime que grita 'morte à América' e ameaça o povo judeu com genocídio. Nunca devemos ignorar o veneno do antissemitismo ou aqueles que propagam essa crença venenosa", disse Trump ao falar diante de ambas as câmeras do Congresso dos EUA no dia 5 de fevereiro.

Após a retirada de Washington do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA) em 2018, os EUA restabeleceram as sanções contra o Irã, visando atingir especificamente as exportações de petróleo de Teerã, as operações portuárias e as companhias de navegação iranianas, bem como as transações das instituições financeiras com o Banco Central do país árabe.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247