Macron diz, no G20, que relação entre Brasil e França "já foi melhor"

Declaração demonstra que Jair Bolsonaro está conseguindo destruir a imagem do Brasil e a relação do país com seus parceiros

www.brasil247.com - Emmanuel Macron e  Jair Bolsonaro
Emmanuel Macron e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)


Sputnik – Durante evento do G20, presidente francês diz que é preciso "ter mais cooperação e ambição" para proteger a Amazônia. Questionado sobre como anda a relação entre os dois países, após silêncio, respondeu: "Já foi melhor".

Hoje (30), durante o encontro da cúpula do G20, o presidente francês, Emmanuel Macron, fez alguns comentários sobre a preservação da Amazônia e a conexão entre França e Brasil, em entrevista para o jornalista Jamil Chade do UOL.

Indagado se o Brasil está fazendo o suficiente para proteger o bioma amazônico, o presidente francês respondeu que não responsabiliza ou parabeniza ninguém, entretanto, destacou que é necessário "ser mais eficiente para combater desmatamento".

"Não vou culpar ou felicitar ninguém hoje. Acho que todos terão de ser mais eficientes para combater o desmatamento. Caso contrário, mataremos a biodiversidade e, acima de tudo, nossa capacidade de lutar contra emissões de CO2. Para mim, vamos matar o equilíbrio na região para as pessoas, por isso, é muito importante ter mais cooperação e mais ambição em termos de proteção e preservação da floresta Amazônica", afirmou Macron.

O chefe de Estado francês também declarou que pretende "ampliar a cooperação com todos os países da região para caminharmos nessa direção [da redução do desmatamento]".

Sobre a relação França e Brasil, Macron demorou um pouco para responder a questão, e depois de um silêncio de seis segundos, disse: "Já foi melhor".

De acordo com a mídia, antes mesmo de Bolsonaro assumir a presidência, a troca de farpas entre Paris e Brasília começou.

No final de 2018, em Buenos Aires, Macron alertou que sem um compromisso ambiental por parte do Brasil, não haveria um acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Mercosul.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email