Moscou encerra isolamento social enquanto Rússia ultrapassa 485 mil casos da Covid-19

Quase 13 milhões de residentes de Moscou podem sair de suas casas e usar o transporte público sem restrições ou passes digitais. A capital registrou 1.572 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

Ponte sobre o Rio Amur na fronteira entre Rússia e China
Ponte sobre o Rio Amur na fronteira entre Rússia e China (Foto: Russia Today)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de Moscou decidiu encerrar as medidas de isolamento na capital da Rússia, que registrou 1.572 novos casos de coronavírus apenas nesta terça-feira (9). Os moradores da cidade já estão retomando suas rotinas normalmente. A informação é do jornal O Globo.

Após o país anunciar uma reabertura parcial de suas fronteiras, o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, comentou através de seu blog pessoal que "A pandemia vem diminuindo, de forma constante, há várias semanas". "Moscou pode praticamente voltar ao seu ritmo normal de vida”, completou.

Os quase 13 milhões de residentes de Moscou podem sair de suas casas e usar o transporte público sem restrições ou passes digitais, acrescenta a reportagem.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247