Nuvem de pó gigantesca chega ao sul da Flórida. Origem: deserto do Saara

Uma nuvem de pó do deserto do Saara cobre completamente a ilha caribenha de Porto Rico e começa a chegar ao sul da Flórida. Fenômeno provocou recorde de calor e deixou autoridades caribenhas e americanas em estado de alestra máximo

Nuvem de pó
Nuvem de pó (Foto: Alexander James/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A onda de fenômenos naturais estranhos segue em aceleração em um mundo já traumatizado pela catástrofe sanitária. Dessa vez, trata-se de uma nuvem de pó que viajou todo o oceano Atlântico e chegou ao sul da Flórida, nos EUA. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “em Miami, a qualidade do ar é considerada atualmente como "moderada", informaram o escritório de gestão de recursos ambientais e a secretaria de Saúde da cidade, que pediu às pessoas com problemas respiratórios que permaneçam em casa.”

A matéria ainda acrescenta que “nesta ocasião, a massa de ar seca e poeirenta percorreu 8.000 km até o Caribe e começou a encobrir desde o domingo San Juan, capital de Porto Rico, que parecia envolta em uma camada de neblina. Agora, um sistema de alta pressão empurra o pó saariano até a costa do Golfo da Flórida.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247