Putin diz que marinha russa está pronta para repelir qualquer agressão

O presidente russo Vladimir Putin afirmou neste domingo (28) que a Marinha do seu oaís está capacitada a responder a qualquer agressor e anunciou planos para construir uma poderosa frota naval

(Foto: HispanTV)

HispanTV - "Nossa Marinha garante a segurança do país, seus interesses nacionais e é capaz de responder solidamente a qualquer agressor", disse o presidente russo neste domingo durante uma parada naval realizada na cidade de São Petersburgo, por ocasião do Dia da Marinha Russa.  

Putin enfatizou que a Marinha Russa está entre as primeiras forças marítimas a incorporar equipamentos de última geração e avançou que a Rússia continuará a construir "uma frota com capacidades únicas" a longo prazo.   

Da mesma forma, o chefe de Estado russo pediu para fortalecer a capacidade da marinha, incluindo navios de superfície e submarinos, aviação naval, unidades costeiras e infantaria marinha. "Seu desenvolvimento bem-sucedido é uma condição obrigatória para fortalecer a segurança da Rússia", ressaltou.  

De acordo com o programa nacional de aquisição de armas, mais de 180 navios estão programados para se juntarem à Marinha Russa até 2027. Em 2019, segundo as previsões, a marinha receberá 15 navios de guerra e 20 navios auxiliares.  

A nova frota, explicou o presidente russo, terá um "poder forte e soberano ... e efetivamente desenvolverá e utilizará inovações prospectivas de engenharia e design que são incomparáveis ​​no mundo".  

O grande desfile aéreo e naval, que ocorreu nas cidades russas de São Petersburgo e Kronstadt, envolve mais de 4.000 pessoas, 43 navios de guerra e submarinos, além de 41 aeronaves.  

Eventos semelhantes ocorrem nas bases das frotas russas em Severomorsk, Baltiysk, Sebastopol, Vladivostok e Astrakhan, bem como no porto sírio de Tartus, de onde se realizam muitas operações contra grupos terroristas na Síria.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247