Rússia diz que são falsas denúncias sobre presença de armas nucleares na Crimeia

As informações sobre a presença de armas nucleares na Península da Crimeia são ficções e notícias falsas, afirma o Ministério das Relações Exteriores da Rússia

Rússia diz que são falsas denúncias sobre presença de armas nucleares na Crimeia
Rússia diz que são falsas denúncias sobre presença de armas nucleares na Crimeia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Sputnik - As informações sobre a presença de armas nucleares na Península da Crimeia são ficções e notícias falsas, afirma o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Recentemente, o chanceler ucraniano, Pavel Klimkin, declarou que a Rússia poderia ter instalado armas nucleares na Península da Crimeia ou, pelo menos, ter desenvolvido uma infraestrutura especial para esse tipo de armas. Na opinião dele, expressa ao canal ATR, a Rússia já transformou a Crimeia em uma enorme base militar.

A Crimeia se reunificou à Rússia em 2014 depois de um referendo no qual mais de 96% dos residentes votaram pela reunificação. No entanto, Kiev ainda considera a península território ucraniano. As autoridades russas ressaltaram inúmeras vezes que a reunificação ocorreu de forma legal, de acordo com as leis internacionais.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247