Rússia reitera disposição para encontro entre Putin e Trump

Após semanas de tensão e hostilidades, as relações entre os Estados Unidos e a Rússia podem melhorar; os russos informaram que estão dispostos  a realizar um encontro entre o presidente do país, Vladimir Putin, e seu homólogo americano, Donald Trump; "Temos reiterado muitas vezes a nossa disponibilidade para tal encontro. Damo-nos conta de que é impossível formular a agenda e as áreas funcionais, bem como determinar para onde vamos, sem um contato a nível mais alto", afirmou o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov

Após semanas de tensão e hostilidades, as relações entre os Estados Unidos e a Rússia podem melhorar; os russos informaram que estão dispostos  a realizar um encontro entre o presidente do país, Vladimir Putin, e seu homólogo americano, Donald Trump; "Temos reiterado muitas vezes a nossa disponibilidade para tal encontro. Damo-nos conta de que é impossível formular a agenda e as áreas funcionais, bem como determinar para onde vamos, sem um contato a nível mais alto", afirmou o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov
Após semanas de tensão e hostilidades, as relações entre os Estados Unidos e a Rússia podem melhorar; os russos informaram que estão dispostos  a realizar um encontro entre o presidente do país, Vladimir Putin, e seu homólogo americano, Donald Trump; "Temos reiterado muitas vezes a nossa disponibilidade para tal encontro. Damo-nos conta de que é impossível formular a agenda e as áreas funcionais, bem como determinar para onde vamos, sem um contato a nível mais alto", afirmou o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

Os russos estão dispostos  a realizar um encontro entre o presidente do país, Vladimir Putin, e seu homólogo americano, Donald Trump, afirmou o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov.

"No que a nós diz respeito, temos reiterado muitas vezes a nossa disponibilidade para tal encontro. Damo-nos conta de que é impossível formular a agenda e as áreas funcionais, bem como determinar para onde vamos, sem um contato a nível mais alto", afirmou Ryabkov em uma entrevista ao jornal Kommersant.

De acordo com o diplomata, Moscou reitera sua prontidão para organizar tal encontro no âmbito da cooperação com os colegas americanos.

"A visita do secretário de Estado [dos EUA] a Moscou que se deu na semana passada nos fez entender que a nova administração americana também está disposta a avançar neste sentido. Porém, para que um encontro dos dois líderes seja bem-sucedido, devemos prepará-la bem, o que, de fato, estamos fazendo agora", revelou o vice-ministro das Relações Exteriores russo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247