Tensão no Leste Europeu: Ucrânia põe suas Forças Armadas em alerta de combate

As Forças Armadas e o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano) foram colocados em alerta de combate, segundo comunicou a assessoria do Ministério da Defesa do país; a situação entre a Ucrânia e a Rússia se tornou ainda mais tensa depois da apreensão dos navios Berdyansk, Nikopol e Yana Kapu, da Marinha da Ucrânia, pela Rússia, por violação da fronteira marítima.

Tensão no Leste Europeu: Ucrânia põe suas Forças Armadas em alerta de combate
Tensão no Leste Europeu: Ucrânia põe suas Forças Armadas em alerta de combate
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Sputnik - As Forças Armadas e o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano) foram colocados em alerta de combate, segundo comunicou a assessoria do Ministério da Defesa do país; a situação entre a Ucrânia e a Rússia se tornou ainda mais tensa depois da apreensão dos navios Berdyansk, Nikopol e Yana Kapu, da Marinha da Ucrânia, pela Rússia, por violação da fronteira marítima.

De acordo com o comunicado divulgado, essa ordem baseia-se na decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia de impor a Lei Marcial no país por 60 dias.

"Foram fortalecidas as medidas de reconhecimento a fim de prevenir outras provocações no território da Ucrânia por parte dos serviços secretos da Rússia e a desestabilização da situação interna no país", declarou a entidade militar.

Mais cedo, o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) informou que os navios Berdyansk, Nikopol e Yana Kapu, da Marinha da Ucrânia, foram detidos por violarem a fronteira marítima russa.

Os navios ucranianos que foram apreendidos não teriam respondido às exigências feitas pelos navios russos que os abordaram, além de terem realizado manobras perigosas, segundo o FSB. Também foi aberto um processo criminal para investigar a violação da fronteira nacional da Rússia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247