Aécio rifa Serra, que rifa Aécio e lança Aloysio

Senador mineiro insinua que quadro eleitoral em So Paulo favorece Gabriel Chalita, livre para bater em Gilberto Kassab, mas ex-governador paulista rebate dizendo que at senador Aloysio Nunes pode ser o presidencivel tucano em 2014; com essas bicadas, tucanos voam para o racha

Aécio rifa Serra, que rifa Aécio e lança Aloysio
Aécio rifa Serra, que rifa Aécio e lança Aloysio (Foto: ANDRE DUSEK/Agência Estado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A decisão de José Serra de disputar as eleições municipais de São paulo pode esticar o reinado tucano na maior capital do País, mas não parece ter esfriado os ânimos dentro do PSDB, principalmente no que diz respeito à sucessão presidencial de 2014. De nada adiantou Serra dizer que seu projeto presidencial está adormecido. A tensão entre o ex-governador e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) permanece, como comprovam declarações de ambos os lados.

Aécio se uniu à colega Marta Suplicy (PT-SP) nas críticas à conduta do PT em São Paulo, e, segundo ele, quem sai ganhando com o flerte frustrado entre PT e PSD não é exatamente o candidato do seu partido, (provavelmente) José Serra, mas o do PMDB, o deputado federal Gabriel Chalita. Segundo Aécio, Chalita “estará mais livre para fazer uma oposição vigorosa”. É ataque a Fernando Haddad, pré-candidato pelo PT, ou a Serra?

A cutucada não ficou sem troco. Ao ser questionado sobre a sucessão presidencial em 2014, Serra disse que até considera Aécio um dos possíveis nomes para a disputa presidencial, mas que o PSDB tem um monte de gente para desempenhar esse papel. “(Aécio) É um dos candidatos. Você tem o Marconi Perillo, Álvaro Dias, Aloysio Nunes, mas, sem dúvida, o Aécio é um dos nomes”, disse Serra.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247