Bolsonaro já fala como novo cacique do PL: 'não faremos coligações com partidos de esquerda'

Jair Bolsonaro disse que acertou "os ponteiros" com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, sobre sua filiação, marcada para o dia 30. "Não haverá qualquer coligação com partidos de esquerda nesses Estados. Está definitivamente acertado com Valdemar", afirmou

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

Reuters - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que não haverá nenhuma coligação do PL, partido ao qual deve se filiar na próxima terça-feira, com siglas de esquerda, e esse foi um dos acordos feitos com o presidente do partido, Valdemar Costa Neto.

Em uma entrevista a uma rádio de Salvador (BA), o presidente afirmou que essa questão está entre os pontos acertados com Valdemar para que fosse possível sua filiação.

"Conversei há três dias com Valdemar, acertamos nossos ponteiros e estamos bem afinados para, ao realizar essa filiação, começar a falar em política no ano que vem", disse Bolsonaro. "Não haverá qualquer coligação com partidos de esquerda nesses Estados. Está definitivamente acertado com Valdemar."

PUBLICIDADE

O presidente tinha acertado a data de sua filiação para o dia 22 deste mês. No entanto, informações de que Valdemar teria garantido aos filiados que poderiam fazer os seus acordos regionais --vários membros do partido têm hoje acordos com o PT, especialmente no Nordeste e pretendiam mantê-los-- irritaram Bolsonaro.

Depois de uma reunião na semana passada, o acerto foi que os filiados não serão obrigados a fazer campanha para Bolsonaro, mas não poderão fazer acordos com a oposição. Da mesma forma, o presidente do PL aceitou romper o acordo de apoio em São Paulo a Rodrigo Garcia, candidato tucano ao governo do Estado.

PUBLICIDADE

Na entrevista, Bolsonaro voltou a dizer que o nome do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, é uma possibilidade para uma candidatura ao governo de São Paulo, e que pretende ter candidatos em outros Estados, mas não deu nomes.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email