Brasil precisa evitar que Bolsonaro articule ação como invasão do Capitólio nos EUA, diz diretora da HRW

Para diretora, as instituições brasileiras precisam zelar para que Bolsonaro não incentive ataques nos moldes da invasão do Capitólio, após derrota de Trump

www.brasil247.com - Bolsonaro e Invasão do Capitólio dos Estados Unidos em 2021
Bolsonaro e Invasão do Capitólio dos Estados Unidos em 2021 (Foto: Alan Santos/PR | Stephanie Keith/Reuters)


247 - As instituições brasileiras, como o Judiciário e o Congresso, devem estar alertas para evitar que Jair Bolsonaro articule ataques à democracia como foi a invasão do Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, após a derrota de Donald Trump, dise a diretora da ONG HRW (Human Rights Watch) no Brasil, Maria Laura Canineu, em entrevista ao UOL.

"A sociedade civil brasileira, a comunidade internacional e as instituições precisam continuar vigilantes para que não aconteça aqui o que aconteceu nos EUA com a invasão ao Capitólio", alerta ela. 

No dia seguinte ao ataque ao Capitólio, Bolsonaro disse a apoiadores que algo pior pode acontecer no Brasil —ele condicionou o fato à manutenção das urnas eletrônicas. "Se nós não tivermos o voto impresso em 2022, uma maneira de auditar o voto, vamos ter problema pior do que nos Estados Unidos", ameaçou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ONG lançou um relatório mundial hoje e dedica um grande espaço no documento para falar sobre violações aos direitos humanos no Brasil. Segundo a HRW, Bolsonaro atentou sistematicamente contra as instituições democráticas, o sistema eleitoral e a liberdade de expressão ao longo de 2021. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email