Ciro: FHC e PSDB jogam biografia na lata do lixo

Ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes diz que os tucanos decidiram avalizar um eventual governo de Michel Temer por medo da volta de Lula em 2018; ele afirma que o ex-presidente FHC e o PSDB estão “jogando a biografia na lata do lixo”; segundo ele, se a presidente for afastada, “nós vamos ver o Brasil se apartar, inclusive com violência”; para ele, quem defende a queda de Dilma “está achando um caminho de chegar ao poder sem a mão do povo”

Ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes diz que os tucanos decidiram avalizar um eventual governo de Michel Temer por medo da volta de Lula em 2018; ele afirma que o ex-presidente FHC e o PSDB estão “jogando a biografia na lata do lixo”; segundo ele, se a presidente for afastada, “nós vamos ver o Brasil se apartar, inclusive com violência”; para ele, quem defende a queda de Dilma “está achando um caminho de chegar ao poder sem a mão do povo”
Ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes diz que os tucanos decidiram avalizar um eventual governo de Michel Temer por medo da volta de Lula em 2018; ele afirma que o ex-presidente FHC e o PSDB estão “jogando a biografia na lata do lixo”; segundo ele, se a presidente for afastada, “nós vamos ver o Brasil se apartar, inclusive com violência”; para ele, quem defende a queda de Dilma “está achando um caminho de chegar ao poder sem a mão do povo” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Para o ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes, os tucanos decidiram avalizar um eventual governo de Michel Temer por medo da volta de Lula em 2018. Ele afirma que o ex-presidente FHC e o PSDB estão “jogando a biografia na lata do lixo”.

Em entrevista a Kennedy Alencar, ele afirma que o impeachment abriria um precedente perigoso: “É gravíssimo. A ruptura da democracia faz com que simplesmente ninguém mais a respeite pelos próximos 20 anos. Essa pergunta é o que interessa hoje para o povo. Crime de responsabilidade, você fazer “pedalada fiscal”, não é. Não está nas condições ditas explicitamente na Constituição”.

Segundo ele, se Dilma for afastada, “nós vamos ver o Brasil se apartar, inclusive com violência”. Para ele, quem defende a queda de Dilma “está achando um caminho de chegar ao poder sem a mão do povo”.

Ciro ressalta que Dilma não cometeu crime de responsabilidade. “O impeachment, nós precisamos ajudar o povo a entender isso, não é remédio para governo ruim, não é remédio para governo que a gente não gosta. O impeachment é remédio para punir pelo cometimento de crime de responsabilidade” (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email