FHC acha que, mesmo com Aécio, seu partido é “melhorzinho”

Questionado em Nova York sobre como seu partido irá enfrentar o dilema do descrédito da sociedade, diante de tantas denúncias de corrupção, especialmente contra Aécio Neves, o ex-presidente respondeu: "Como todos os outros partidos, como todos os outros partidos, não há diferença nisso aí. Há uns piores que os outros, o meu é o melhorzinho até"; ele não comentou sobre o conflito interno que domina o PSDB

SÃO PAULO, SP - 20.05.2013: FHC/PALESTRA/EXECUTIVOS/SP - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dá palestra para executivos da Thomson Reuters no hotel Unique, na avenida Brigadeiro Luís Antônio, na zona sul da capital paulista, nesta segunda-feira. (F
SÃO PAULO, SP - 20.05.2013: FHC/PALESTRA/EXECUTIVOS/SP - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dá palestra para executivos da Thomson Reuters no hotel Unique, na avenida Brigadeiro Luís Antônio, na zona sul da capital paulista, nesta segunda-feira. (F (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em evento em Nova York com o tema “O que acontece após 2018?”, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não comentou a guerra interna no PSDB, mas disse acreditar que seu partido, mesmo alvo de denúncias de corrupção e tendo Aécio Neves como liderança, é "melhorzinho" que os outros.

O debate do qual participou FHC foi promovido pelo Lemann Center for Brazilian Estudies da Columbia Global Center, da Universidade de Columbia, em Nova York. O centro é do empresário Jorge Paulo Lemann, homem mais rico do Brasil, citado recentemente na lista de quem mantém offshores em paraísos fiscais, para não pagar impostos.

Questionado sobre como seu partido irá enfrentar o dilema do descrédito da sociedade, diante de tantas denúncias de corrupção, especialmente contra Aécio Neves, o ex-presidente respondeu: "Como todos os outros partidos, como todos os outros partidos, não há diferença nisso aí. Há uns piores que os outros, o meu é o melhorzinho até".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247