Habeas corpus protelaria possível prisão de Lula até dezembro

O habeas corpus que o ex-presidente Lula pode conseguir no STF (Supremo Tribunal Federal) para não ser preso logo depois que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julgar seus embargos deve protelar a detenção no máximo até dezembro; previsão é de ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), considerando que o STF no máximo decidirá que uma pessoa só pode ser presa depois de esgotados recursos nesta corte

Habeas corpus protelaria possível prisão de Lula até dezembro
Habeas corpus protelaria possível prisão de Lula até dezembro (Foto: Ricardo Stuckert)

247 - O eventual habeas corpus que Lula pode conseguir no STF (Supremo Tribunal Federal) para não ser preso logo depois que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julgar seus embargos deve protelar a detenção no máximo até dezembro.

A previsão é de ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), considerando que o STF no máximo decidirá que uma pessoa só pode ser presa depois de esgotados recursos nesta corte. Um dos magistrados do STJ diz que o caso estaria julgado em no máximo seis meses —ou antes das eleições. Outros preveem que, com pedidos de vista, a decisão sai no fim do ano.

Era grande a expectativa no PT sobre a atitude que a presidente do STF, Cármen Lúcia, vai tomar no caso de Lula. Ela já se declarou impedida em processos defendidos por seu amigo Sepúlveda Pertence, que advoga para o petista.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247