Lula sugere que Bolsonaro governe e pare de falar asneiras

"Ele tem a obrigação de governar pensando no bem, no ser humano, no mais pobre, no país, na nossa soberania, nos nossos estudantes, no nosso povo trabalhador... E parar de falar bobagem!", afirmou o ex-presidente Lula

Jair Bolsonaro e Lula
Jair Bolsonaro e Lula (Foto: José Cruz/Agência Brasil | Pedro Liberal)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao analisar o primeiro ano de governo Jair Bolsonaro, o ex-presidente Lula afirmou que ele ainda se comporta como um candidato em campanha.

"Nós temos que torcer para que estas pessoas governem pensando na maioria do povo brasileiro. Ele tem a obrigação de governar pensando no bem, no ser humano, no mais pobre, no país, na nossa soberania, nos nossos estudantes, no nosso povo trabalhador... E parar de falar bobagem!", afirmou o ex-presidente Lula em entrevista ao UOL publicada neste domingo (26).

Para Lula, Bolsonaro deve "parar de ficar dando recado para o seu clube" e governar. "Quando você ganha as eleições, você tem clube, tem partido. Quando você senta naquela cadeira, tem 210 milhões de almas que vivem aqui, tem rico e tem pobre. O que você precisa saber é que todos são brasileiros e você tem que tratar todos com respeito e governar para todos", afirmou Lula.

O ex-presidente também falou sobre as expectativas geradas com a sua liberdade. "As pessoas acham que eu iria fazer comício. Eu saí numa época que não é de fazer comício, é época de Natal, época do Papai Noel. E numa época em que o PT estava em seu congresso interno", lembra.

Lula afirmou que pensa em ir à Paris para receber o título de Cidadão Honorário que lhe foi concedido pelas autoridades da capital francesa. "Imagina, título de cidadão parisiense, não é pouca coisa... Eu que já sou de Garanhuns, que já sou de tantos lugares, vou ser de Paris também", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247