Lupi deixa cargo no conselho do BNDES

Presidente nacional do PDT era ministro do Trabalho, mas foi afastado do Planalto em 2011, durante a “faxina” da presidente Dilma Rousseff, após denúncias de irregularidades em repasses de recursos da pasta a ONGs; mesmo assim, se manteve como conselheiro do BNDES na cota do ministério; agora, sai para disputar as eleições de outubro

Segundo Simão, Carlos Lupi só deixa governo quando receber o 13 salário
Segundo Simão, Carlos Lupi só deixa governo quando receber o 13 salário (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Carlos Lupi, presidente nacional do PDT e ex-ministro do Trabalho, deixou o Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ele foi afastado do Planalto em 2011, durante a “faxina” da presidente Dilma Rousseff, após denúncias de irregularidades em repasses de recursos da pasta a ONGs. Mesmo assim, se manteve como conselheiro do BNDES na cota do ministério.

Agora, deixa o cargo para disputar as eleições de outubro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email