Margarida Salomão: o golpe é cria do PSDB

Para deputada petista, o golpe é cria do PSDB, tem o DNA do Aécio, a digital do Serra e chama o Fernando Henrique de vovô; ela ainda criticou a auto-intitulação do bloco conhecido como Centrão, já que as legendas que o compõe tem matriz de direita

Margarida Salomão: o golpe é cria do PSDB
Margarida Salomão: o golpe é cria do PSDB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - A deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) foi irônica ao avaliar o acordo entre o grupo partidário chamado de Centrão, composto por legendas como PP e DEM, com a candidatura presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB). Para ela, 'o golpe está voltando pra casa'.

“O golpe é cria do PSDB: tem o DNA do Aécio, a digital do Serra, chama o Fernando Henrique de vovô. O golpe pode até ter a feição medonha do Temer, mas nasce quando o Aécio não aceita a derrota para a Dilma, quando os tucanos abandonam a política e partem para o vale-tudo durante a crise do mensalão”, disse Margarida.

“O governo Temer já acabou, é um morto-vivo. Nada mais natural que sua espinha dorsal se realinhe onde se sente verdadeiramente bem-vinda. É a volta dos que não foram”, complementou.

A petista ainda questionou o bloco de partidos liderado por Democratas e PP intitular-se 'Centrão'. “Eis duas bizarrices que 2018 nos presenteou: centroavante que não faz gol e direita que prefere se disfarçar de centro. Ambos ridículos. Na verdade, o que temos é o mesmíssimo baixo clero de Severino Cavalcanti, um baixo clero que se pretende 2.0, mas que ainda vive na época da internet discada”, conclui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247