Witzel diz que Bolsonaro poderá ser condenado pelo Tribunal Penal Internacional e sofrer impeachment

Além disso, também afirmou que condições psicológicas do presidente poderão ser avaliadas em eventual julgamento

Jair Bolsonaro e Wilson Witzel
Jair Bolsonaro e Wilson Witzel (Foto: Isac Nóbrega/PR | Agência Brasil/José Cruz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de extrema-direita do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), disse em entrevista à EFE que Jair Bolsonaro pode ser penalizado pelo Tribunal Penal Internacional e submetido a impeachment por minimizar os efeitos devastadores do coronavírus na saúde e incentivar a população a ir às ruas.

Questionado sobre as condições psicológicas do presidente para governar o país, Witzel disse que, apesar de não ser psicólogo para julgar, elas poderiam ser avaliadas em um eventual julgamento.

O governador defendeu o isolamento social e afirmou que, no Rio de Janeiro, a curva de propagação do vírus “está se comportando de maneira achatada”. No Estado já são mais de 2,5 mil infectados e cerca de 250 mortos, segundo dados oficiais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247