Polícia promete recolher máscaras em Brasília

A Polícia Militar (PM) informou que vai revistar sãs bolsas de manifestantes em Brasília; de acordo com orientações da corporação, não serão permitidos garrafas ou objetos de vidro, fogos de artifício, suportes de qualquer tipo de material para bandeiras; as máscaras serão recolhidas; governo federal montou esquema de prontidão neste fim de semana para evitar que as manifestações terminem em violência

A Polícia Militar (PM) informou que vai revistar sãs bolsas de manifestantes em Brasília; de acordo com orientações da corporação, não serão permitidos garrafas ou objetos de vidro, fogos de artifício, suportes de qualquer tipo de material para bandeiras; as máscaras serão recolhidas; governo federal montou esquema de prontidão neste fim de semana para evitar que as manifestações terminem em violência
A Polícia Militar (PM) informou que vai revistar sãs bolsas de manifestantes em Brasília; de acordo com orientações da corporação, não serão permitidos garrafas ou objetos de vidro, fogos de artifício, suportes de qualquer tipo de material para bandeiras; as máscaras serão recolhidas; governo federal montou esquema de prontidão neste fim de semana para evitar que as manifestações terminem em violência (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 – A Polícia Militar (PM) informou que vai revistar sãs bolsas de manifestantes em Brasília. De acordo com orientações da corporação, não serão permitidos garrafas ou objetos de vidro, fogos de artifício, suportes de qualquer tipo de material para bandeiras. As máscaras serão recolhidas.

O governo federal montou esquema de prontidão neste fim de semana, que entra em vigor nesta sexta-feira (13), para evitar que as manifestações terminem em violência.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) organizam hoje uma marcha em apoio à presidente Dilma Rousseff. No domingo, a oposição promete lotar as ruas para protestar contra o PT.

Dilma ordenou aos ministros do conselho político que permaneceram em Brasília, caso haja necessidade de reunião de emergência, segundo o Correio. Os ministros alertados foram Aloizio Mercadante (Casa Civil), Jaques Wagner (Defesa), Pepe Vargas (Secretaria de Relações Institucionais), José Eduardo Cardozo (Justiça), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral) e Ricardo Berzoini (Comunicações).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247