Saúde no DF tem mil obras realizadas em três anos

O governo do Distrito Federal realizou um total de mil obras para beneficiar a área de Saúde entre 2011 e 2013, que incluem desde inaugurações de mais centros de atendimento a reformas em 41 unidades, de acordo com balanço apresentado pela Secretaria de Saúde do DF; entre os avanços, destacam-se a inauguração de nove Clínicas da Família e quatro UPAs e reformas em 11 hospitais e em 30 UBS, como centros e postos rurais

O governo do Distrito Federal realizou um total de mil obras para beneficiar a área de Saúde entre 2011 e 2013, que incluem desde inaugurações de mais centros de atendimento a reformas em 41 unidades, de acordo com balanço apresentado pela Secretaria de Saúde do DF; entre os avanços, destacam-se a inauguração de nove Clínicas da Família e quatro UPAs e reformas em 11 hospitais e em 30 UBS, como centros e postos rurais
O governo do Distrito Federal realizou um total de mil obras para beneficiar a área de Saúde entre 2011 e 2013, que incluem desde inaugurações de mais centros de atendimento a reformas em 41 unidades, de acordo com balanço apresentado pela Secretaria de Saúde do DF; entre os avanços, destacam-se a inauguração de nove Clínicas da Família e quatro UPAs e reformas em 11 hospitais e em 30 UBS, como centros e postos rurais (Foto: Leonardo Lucena)

Da Secretaria de Saúde - O GDF realizou um total de mil obras para beneficiar a área de Saúde entre 2011 e 2013, que incluem desde inaugurações de mais centros de atendimento a reformas em 41 unidades, de acordo com balanço apresentado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Entre os avanços, destacam-se a inauguração de nove Clínicas da Família e quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e reformas em 11 hospitais e em 30 Unidades Básicas de Saúde (UBS), como centros e postos rurais.

"O GDF investiu maciçamente em obras, reformas e ampliações das unidades hospitalares para atender melhor a comunidade", explicou o subsecretário de Logística e Infraestrutura de Saúde do DF, Pedro Cardoso.

Vale destacar em 2011: a restauração do pronto-socorro do Hospital Regional de Planaltina (HRPl) e novos espaços abertos na ortopedia e pediatria; reformas no pronto-socorro obstétrico e do Núcleo de Nutrição e Dietética do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN); e a implantação do pronto-atendimento infantil no Hospital Regional do Gama (HRG).

No ano seguinte, o Centro Neurocardiovascular do Hospital de Base do DF (HBDF) foi criado para atender pacientes em estado grave, vítimas, principalmente, de infarto e acidente vascular cerebral. Na unidade há três salas equipadas com aparelhos de última geração.

Outra novidade em 2012 foi a inauguração da Farmácia Ambulatorial Especializada de Ceilândia. A unidade descentralizou o atendimento a pacientes com doenças crônicas que recebem, gratuitamente, medicamentos de alto custo, atendendo cerca de 30 mil usuários de Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Recanto das Emas e Brazlândia, todos previamente cadastrados.

Em 2013, no HRAN, foi inaugurado no mês de abril o Centro Ambulatorial Especializado, com a abertura de 22 consultórios, nas especialidades de nefrologia, pneumologia, cirurgia torácica, cirurgia vascular e cardiologia.

Na Unidade Mista de Taguatingam, foi inaugurado em maio do ano passado o Centro Especializado em Reabilitação, nas modalidades física e intelectual. O serviço atende pacientes em todas as faixas etárias que precisam de tratamento especializado.

No ano passado, também foi entregue a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Materna da rede pública de saúde do DF, no Hospital Materno-Infantil de Brasília (HMIB). Com dez leitos exclusivos para gestantes de risco, é considerada uma das poucas UTIs exclusivas para mulheres no país.

Outra melhoria foi a reforma do Banco de Leite Humano do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), entregue em agosto de 2013. Hoje são coletados mais de 120 litros de leite materno por mês, o que beneficia os bebês internados na unidade de neonatologia, alojamento conjunto (maternidade), além da UTI Neonatal.

Nesses últimos três anos, a ampliação da Atenção Primária tem sido o foco da atual gestão. Em 2013, foram entregues quatro Clínicas da Família (Samambaia, Recanto das Emas, Nova Colina e Sobradinho II).

Também foram reformados nove Unidades Básicas de Saúde (UBS), que são: os Centros de Saúde (CS) nº 01 e 05 do Gama e UBS Ponte Alta; CS 09 e 10 de Ceilândia; UBS Engenho Velho e Posto de Saúde Rural (PSR) Córrego do Ouro em Sobradinho; e PSR Rio Preto e PSR São José em Planaltina.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247