Humberto: a reforma da Previdência atual é tacanha e miserável

"A reforma de Jair Bolsonaro é tão tacanha e tão miserável, que ela custa bilhões do dinheiro público para ser aprovada. O governo compra consciências com emendas parlamentares", afirmou o senador Humberto Costa (PT-PE)

(Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Humberto Costa (PT-PE) bateu pesado na iniciativa do governo Jair Bolsonaro pela compra de votos para os deputados federais aliados dele votarem a favor da reforma da Previdência. A sessão ocorre na tarde desta quarta-feira (10).

"A reforma de Jair Bolsonaro é tão tacanha e tão miserável, que ela custa bilhões do dinheiro público para ser aprovada. O governo compra consciências com emendas parlamentares", escreveu a parlamentar no Twitter.

Um dos pontos mais polêmicos do projeto são os 40 anos de contribuição para os trabalhadores terem uma aposentadoria integral. Com o tempo mínimo de contribuição (20 anos para homens e 15 para mulheres), a população terá apenas 60% da aposentadoria. 

A proposta prevê o regime de capitalização, em que a pessoa abre uma conta individual para fazer uma poupança e bancar seus benefícios no futuro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247