“Apóstolos do Genocídio”: projeções e lambe-lambes expõem empresários que apoiam Bolsonaro

Moradores da região central da capital paulista puderam observar uma projeção gigante em um prédio com a frase “Apóstolos do genocídio”. Junto à frase, foram projetadas fotos e nomes de empresários que apoiam Jair Bolsonaro.

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - Na noite deste domingo (2), moradores da região central da capital paulista puderam observar uma projeção gigante em um prédio com a frase “Apóstolos do genocídio”. Junto à frase, foram projetadas fotos e nomes de empresários que apoiam o governo de Jair Bolsonaro.

Recentemente, o presidente se reuniu com dois grupos de nomes do meio empresarial, um composto por homens e outro por mulheres. Alguns deles, inclusive, aparecem na ação que os classifica como “apóstolos do genocídio”.

Os 12 Apóstolos do Genocídio denunciados pelo grupo são André Esteves (BTG Pactual); Claudio Lottenberg (Hospital Albert Einstein), Alberto Saraiva (Habib’s), Paulo Skaf (Fiesp), Edir Macedo (Universal do Reino de Deus), Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Flavio Rocha (Riachuelo), Tutinha Carvalho (Joven Pan), David Safra (Safra), Carlos Sanches (EMS), Rubens Meni (CNN) e Silas Malafaia (Assembleia de Deus).

Leia íntegra na Fórum.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email