Boulos sobre chacina no Jacarezinho: "Saiu Witzel, entrou outro assassino"

O líder do MTST condenou o massacre na favela do Jacarezinho, que já deixou 25 mortos, e prestou solidariedade às vítimas e familiares

O líder do MTST, Guilherme Boulos
O líder do MTST, Guilherme Boulos (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do MTST, Guilherme Boulos, criticou a ação policial que levou à chacina na favela do Jacarezinho, Zona Norte do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (6). 25 pessoas morreram na maior chacina desde a de Vigário Geral, em 1993, quando 21 pessoas foram mortos. 

"Saiu Witzel, entrou outro assassino", resumiu Boulos, em referência ao governador Cláudio Castro (PSC). O presidenciável do PSOL prestou solidariedade às vítimas e familiares. 

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email