Conselho de Direitos Humanos enquadra Doria sobre política LGBTI em São Paulo

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) determinou que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), preste contas sobre as políticas estaduais de apoio à população LGBTI. O conselho criticou a sua decisão do governo de recolher apostilas de Ciências do 8º da rede estadual por conteúdos que alega serem de “ideologia de gênero”

247 - O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) determinou que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), preste contas sobre as políticas estaduais de apoio à população LGBTI. O órgão pediu informações como o número de processos administrativos abertos por denúncias de homofobia e balanços de ações em andamento. 

O conselho criticou a sua decisão do governo de recolher apostilas de Ciências do 8º da rede estadual por conteúdos que alega serem de “ideologia de gênero”. De acordo com professores, a alegação seria uma página da apostila que contém um texto sobre diversidade sexual, explicando as diferenças sobre “sexo biológico, identidade de gênero e orientação sexual”.

A juíza Paula Fernanda de Souza Vasconcelos Navarro, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), determinou que Doria devolva às escolas públicas as apostilas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247