Em guerra interna, PSL pode se tornar oposição a Doria na Assembleia Legislativa de SP

O PSL, partido do ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, base de sustentação da extrema-direita, está em guerra interna e pode ir para a oposição em São Paulo

247 - O PSL, partido do ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, base de sustentação da extrema-direita, está em guerra interna e pode ir para a oposição em São Paulo. 

A afirmação do governador João Doria (PSDB) de que não tem alinhamento com Bolsonaro provocou reações na sigla.   

João Doria

A bancada do PSL na Assembleia, a maior da Casa com 15 deputados, quer se declarar oposição ao Palácio dos Bandeirantes, ainda que endosse a egenda neoliberal do governador.    

Há também motivações fisiológicas, segundo o líder do partido, Gil Diniz: desbancar o PT como oposição oficial na Casa e abocanhar a liderança da minoria, que tem dez cargos.  

A informação é da coluna Painel da Folha de S.Paulo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247