Homem é preso por agredir esposa em frente à Delegacia da Mulher

Suspeito passou com o veículo com a porta do carona aberta em frente à Deam do Centro do Rio. Pessoas que passavam pelo local foram até a delegacia para denunciar a ocorrência

Flagrante de agressão em frente a delegacia no Rio
Flagrante de agressão em frente a delegacia no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mais um caso de violência contra mulher foi registrado no Rio de Janeiro, desta vez em frente ao local que acolhe vítimas de agressões. Um homem foi preso em flagrante por espancar e por manter a esposa em cárcere privado dentro de um carro em movimento na tarde desta segunda-feira (4) no Centro da cidade, informou reportagem do portal G1. 

Segundo a reportagem, imagens de câmeras de segurança mostram o homem, de 62 anos, com a porta do carona aberta, passando em frente à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) do Centro. De acordo com a polícia, enquanto arrancava com o veículo em alta velocidade, ele dava socos na esposa, de 51 anos, que estava no banco do carona.

A história começou pela manhã, quando a mulher decidiu pedir um carro por aplicativo e ir para a Praça Tiradentes. Quando ela voltou, o marido perguntou para onde ela havia ido e o que foi fazer.

Com raiva, o marido a obrigou a entrar no veículo e foi até o Centro para ela dizer o que fez quando estava sozinha. Já no Centro, a mulher quis sair do veículo, pediu ajuda, mas ele não deixou e decidiu sair com a porta aberta enquanto a agredia. No entanto, pessoas que estavam na rua e viram a cena foram até o carro para entender a situação. O suspeito acusou a esposa de ter roubado o celular. Ao mesmo tempo, outras pessoas foram correndo para a Deam, para denunciar a agressão.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email