Juíza alinhada ao bolsonarismo bloqueia contas de prefeito de Niterói

A juíza Mirella Correia de Miranda, da 3ª Vara Cível de Niterói (RJ), determinou bloqueio das contas do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), por supostos favorecimentos financeiros

247 - A juíza Mirella Correia de Miranda, da 3ª Vara Cível de Niterói (RJ), determinou bloqueio das contas do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), por supostos favorecimentos financeiros.

A reportagem de Lucas Rocha para a revista Fórum destaca trecho da decisão: "À vista do exposto, e tudo ponderado, CONCEDO A LIMINAR, decretando a indisponibilidade dos bens de RODRIGO NEVES e DOMICIO MASCARENHAS, com fulcro no art. 7º, caput da Lei nº 8.429/1992, bloqueando suas contas bancárias, observando-se as impenhorabilidades previstas em Lei e tornando, ainda, indisponíveis os seus bens móveis e imóveis, até o valor de R$ 10.982.363,93."

A matéria ainda acrescenta que "a decisão da juíza leva em conta as mesmas alegações que levaram o prefeito preso sem provas, apenas com base em denúncia de uma delação premiada. A denúncia envolve um suposto pelo desvio de mais de R$ 10 milhões da verba de transporte do município entre 2014 e 2018."

E sublinha: "a magistrada que chancelou a tese do MP contra o pedetista usa suas redes sociais para compartilhar ideias da extrema-direita e promover o presidente Jair Bolsonaro."

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247