Justiça do Rio nega a Queiroz prisão domiciliar

Tesoureiro do clã Bolsonaro, que estava escondido na casa do advogado da família, continuará preso

Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e Jair Bolsonaro
Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e Jair Bolsonaro (Foto: Ag. Senado | Polícia Civil/Divulgação | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O tesoureiro informal do clã Bolsonaro, Fabrício Queiroz, continuará preso. "A desembargadora Suimei Cavaleiri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, negou na madrugada deste sábado (20) o pedido de substituição da prisão preventiva do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) Fabrício Queiroz por prisão domiciliar", informa o portal G1.

Queiroz pagou escola, plano de saúde e repassou pelo menos R$ 286,6 mil para família de Flávio Bolsonaro. Inscreva-se na TV 247 e saiba mais sobre a prisão de Fabrício Queiroz:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247