Mônica Bergamo condena massacre comandado por Cláudio Castro, o novo governador do Rio

As 24 pessoas mortas pela polícia do Rio usavam "armas de guerra", como diz o governador?

Cláudio Castro
Cláudio Castro (Foto: Carlos Magno)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "As 24 pessoas mortas pela polícia do Rio usavam 'armas de guerra', como diz o governador? Como elas se chamavam? De que eram acusadas? Como, tão fortemente armadas, foram para um 'confronto' em que morreram, sem matar (foram 22 mortos em Jacarezinho, dois no metrô e 1 policial)?", questionou a jornalista Mônica Bergamo em seu twitter, ao comentar o massacre do Jacarezinho, que marcou o início da "gestão" de Cláudio Castro no governo do Rio de Janeiro.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email