Morre funcionário da CSN ferido em incêndio no Rio

O funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Wanderley dos Santos, 38 anos, vítima de um incêndio na usina de Volta Redonda em março, morreu; ele estava internado no Hospital Oeste D'Or, no Rio de Janeiro, desde o último dia 26; outros três funcionários feridos continuam internados no mesmo hospital; um deles, Renan Martins de Castro, 29 anos, teve agravamento de seu quadro de saúde, de acordo com a assessoria de imprensa da companhia

O funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Wanderley dos Santos, 38 anos, vítima de um incêndio na usina de Volta Redonda em março, morreu; ele estava internado no Hospital Oeste D'Or, no Rio de Janeiro, desde o último dia 26; outros três funcionários feridos continuam internados no mesmo hospital; um deles, Renan Martins de Castro, 29 anos, teve agravamento de seu quadro de saúde, de acordo com a assessoria de imprensa da companhia
O funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Wanderley dos Santos, 38 anos, vítima de um incêndio na usina de Volta Redonda em março, morreu; ele estava internado no Hospital Oeste D'Or, no Rio de Janeiro, desde o último dia 26; outros três funcionários feridos continuam internados no mesmo hospital; um deles, Renan Martins de Castro, 29 anos, teve agravamento de seu quadro de saúde, de acordo com a assessoria de imprensa da companhia (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Wanderley dos Santos, 38 anos, vítima de um incêndio na usina de Volta Redonda em março, morreu nessa quarta-feira (13). Ele estava internado no Hospital Oeste D'Or, no Rio de Janeiro, desde o último dia 26.

Outros três funcionários feridos continuam internados no mesmo hospital. Renan Martins de Castro, 29 anos, teve agravamento de seu quadro de saúde, de acordo com a assessoria de imprensa da CSN. Já Dênis da Silva, 37 anos, e Aluênio Alves, 31, seguem em observação.

Os quatro ficaram feridos em um incêndio na noite de 25 de março, na área de zincagem (onde o zinco é passado nas folhas de aço que serão comercializadas) da usina de Volta Redonda. A CSN ainda não tem uma conclusão sobre as causas do acidente.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email