MP-SP denuncia candidato a prefeito por associar CoronaVac à homossexualidade

O MP-SP denunciou o candidato à Prefeitura de São Simão (SP) Marcelo Frazão de Oliveira (Patriota) por associar a vacina CoronaVac à homossexualidade. "Vocês vão causar síndromes perigosas que vão destruir os seus filhos e netos, inclusive no sentido de fertilidade, de homossexualismo", disse ele

Reprodução (Youtube)
Reprodução (Youtube) (Foto: Marcelo Frazão de Oliveira)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) denunciou o candidato à Prefeitura de São Simão (SP) Marcelo Frazão de Oliveira (Patriota) por associar a vacina CoronaVac à homossexualidade. A vacina contra o coronavírus está sendo desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

De acordo com o promotor William Daniel Inácio, Frazão praticou atos homofóbicos e transfóbicos ao publicar e divulgar mensagens em texto e em áudio nas redes sociais, em outubro deste ano, dizendo que quem tomasse doses da vacina poderia mudar de gênero.

"Vocês vão comprometer a vida dos seus filhos e netos. Vocês vão causar síndromes perigosas que vão destruir os seus filhos e netos, inclusive no sentido de fertilidade, de homossexualismo. Então, se você quer o bem dos seus filhos, não vacine seus filhos (...) o menino pode deixar de ser menino, vai virar menina. A menina deixa de ser menina e vira menino, nessa linha", dizia a mensagem.

coivd-19

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247