MPL protesta contra o aumento da passagem de transporte em SP

Desde 1º de janeiro, a passagem de ônibus, metrô e trem subiu dez centavos, de R$ 4,30 para R$ 4,40, na capital paulista; O grupo MPL ficou conhecido nacionalmente nas manifestações contra o aumento das tarifas do transporte público em 2013

(Foto: Facebook MPL)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Movimento Passe Livre (MPL) protesta, nesta terça-feira, contra o aumento da tarifa básica do transporte coletivo em São Paulo nesta terça-feira. Desde 1º de janeiro, a passagem de ônibus, Metrô e trem subiu dez centavos, de R$ 4,30 para R$ 4,40, na capital paulista. A informação é do jornal O Globo. 

Os manifestantes se reuniram por volta das 17h no Viaduto do Chá, no centro da capital paulista, com cartazes e cantos pela redução da passagem e melhorias na infraestrutura do transporte público paulistano. De lá, o ato deve seguir até o Masp, na Avenida Paulista, acrescenta a reportagem. 

Além do MPL, estão presentes militantes de centrais sindicais, movimentos sociais e partidos como PSOL, PSTU e a recém-criada Unidade Popular (UP). Bandeiras de movimentos antifascistas, de extrema-esquerda, também foram erguidas.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247