PF pede afastamento de prefeito tucano de São Bernardo

Segundo a Polícia federal, Orlando Morando é suspeito de corrupção e fraude em licitação para fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços. Supostos crimes são investigados na operação Prato Feito

(Foto: Divulgação/ Ricardo Cassin/ PSBC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal pediu à Justiça o afastamento do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB). 

Segundo a PF, o prefeito tucano é suspeito de participação em crimes de corrupção e fraude em licitação e execução de contratos. Os desvios de recursos da União para a Educação, investigados no âmbito da Operação Prato Feito, se davam em contratos para fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.

A Prato Feito foi deflagrada pela Polícia Federal em maio de 2018 para investigar 65 contratos, cujos valores totais ultrapassam R$ 1,6 bilhão, em 30 cidades de São Paulo.

Segundo representação policial que foi enviada à 1ª Vara Federal Criminal de São Paulo para a deflagração da ‘Prato Feito’, um investigado que trabalhava com fornecimento de merenda escolar teria afirmado em áudio que entregou vantagem indevida para o então candidato e atual Prefeito de São Bernardo do Campo.

Orlando Morando negou ter recebido qualquer vantagem indevida apontada pela Polícia Federal. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247