Prefeitura estima que SP já teve 1,3 milhão de casos de covid-19

Os principais “fatores de risco” associados à doença seguem relacionados à pobreza e vulnerabilidade social

Pessoas com máscaras de proteção contra o coronavírus em região comercial de São Paulo (SP)
Pessoas com máscaras de proteção contra o coronavírus em região comercial de São Paulo (SP) (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Novos resultados do inquérito sorológico realizado pela Prefeitura de São Paulo apontam que 11,1% dos moradores da cidade contraíram o novo coronavírus. Esse número é sete vezes maior do que o número oficial, que hoje são 182.027 casos confirmados da doença, o que representa 1,32 milhão de pessoas. Os dados da fase 2 do levantamento foram divulgados na manhã desta terça-feira, 28, pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), em coletiva de imprensa.

Reportagem do jornal Estado de S.Paulo informa também que Diferentemente nas etapas anterior, desta vez a prevalência dos casos foi na população com mais de 65 anos, que representam 13,9% dos casos, seguido das pessoas de 18 a 34 anos, com 12,6%, e de 35 a 49, com 12,3%. "Isso vai requerer uma estratégia específica em relação aos idosos. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247