Presos fazem agentes reféns em presídio do Rio e PM é acionada

A PM-RJ foi chamada para ajudar a conter uma rebelião no presídio Milton Dias em Japeri, na Baixada Fluminense, onde homens armados no interior da unidade fizeram sete agentes penitenciários reféns; a rebelião acontece no dia em que a Secretaria de Administração Penitenciária informou ter antecipado 'medidas de controle' para evitar reações de presos à intervenção federal na Segurança do Rio anunciada por Michel Temer; a Seap decretou alerta máximo nas 54 unidades prisionais do estado, onde estão 51 mil detentos

A PM-RJ foi chamada para ajudar a conter uma rebelião no presídio Milton Dias em Japeri, na Baixada Fluminense, onde homens armados no interior da unidade fizeram sete agentes penitenciários reféns; a rebelião acontece no dia em que a Secretaria de Administração Penitenciária informou ter antecipado 'medidas de controle' para evitar reações de presos à intervenção federal na Segurança do Rio anunciada por Michel Temer; a Seap decretou alerta máximo nas 54 unidades prisionais do estado, onde estão 51 mil detentos
A PM-RJ foi chamada para ajudar a conter uma rebelião no presídio Milton Dias em Japeri, na Baixada Fluminense, onde homens armados no interior da unidade fizeram sete agentes penitenciários reféns; a rebelião acontece no dia em que a Secretaria de Administração Penitenciária informou ter antecipado 'medidas de controle' para evitar reações de presos à intervenção federal na Segurança do Rio anunciada por Michel Temer; a Seap decretou alerta máximo nas 54 unidades prisionais do estado, onde estão 51 mil detentos (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - A Polícia Militar foi chamada para ajudar a conter uma rebelião no presídio Milton Dias em Japeri, na Baixada Fluminense, onde homens armados no interior da unidade fizeram sete agentes penitenciários reféns -  três foram liberados e quatro estão sob domínio dos detentos.

A rebelião acontece no dia em que a Secretaria de Administração Penitenciária informou ter antecipado 'medidas de controle' para evitar reações de população carcerária a intervenção federal na Segurança do Rio anunciada por Michel Temer na sexta-feira (16). Segundo o Globo, a Seap decretou alerta máximo nas 54 unidades prisionais do estado, que abriga 51 mil detentos. A medida também teria sido tomada para evitar possíveis tentativas de fuga, após a divulgação da notícia da intervenção federal.

A PM enviou para o local o Batalhão de Choque, o Bope e todos os batalhões da Baixada Fluminense, mas, segundo o G1, a orientação na corporação é que nenhum policial tem autorização para entrar na unidade. 

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, o presídio Milton Dias tem capacidade para 884 detentos e mantinha em janeiro 2.027 presos, 

O Grupo de Intervenção Tática (GIT), da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) foi chamado no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste, e se desloca para o local.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247