“Sigo os médicos, não Bolsonaro”, diz Doria afirmando que não usará cloroquina

O governador de São Paulo anunciou nesta quarta-feira que testou positivo para o coronavírus, mas que está assintomático

João Doria
João Doria (Foto: GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Metrópoles - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou, nesta quarta-feira (12/8), que não está tomando cloroquina como tratamento contra o coronavírus, após testar positivo para a doença. Sobre o assunto, o político disse, em entrevista à CNN: “Só tomo aquilo que os médicos recomendaram, não o que o presidente Bolsonaro recomenda”.

“Os médicos não me recomendam cloroquina. Aliás, o Dr. [infectologista] David Uip não me prescreveu nenhum medicamento, apenas o isolamento”, acrescentou o governador.

Doria e a sua esposa, Bia Doria, testaram positivo para a Covid-19. Eles afirmaram que estão assintomático. O casal permanecerá em isolamento, por 10 dias.

O governador anunciou que está com a Covid-19 pelas redes sociais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247