Após ser criticada por não rechaçar nazismo, nova governadora de SC, filha de simpatizante, agora se diz contrária

A nova governadora de Santa Catarina foi cobrada sobre o assunto em uma coletiva de imprensa e, apesar de responder que "repudiava qualquer regime" como esse, a resposta pouco enfática acabou gerando mal-estar do governo

Daniela Reinehr
Daniela Reinehr (Foto: Mauricio Vieira/SECOM-SC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A nova governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), teve que voltar atrás a respeito de um dos temas mais dolorosos da humanidade. Ela foi cobrada sobre seu posicionamento a respeito do nazismo, em uma coletiva de imprensa e, apesar de responder que "repudiava qualquer regime" como esse, a resposta pouco enfática acabou gerando mal-estar do governo e várias críticas. 

"Antes de mais nada é preciso declarar que sou contrária ao nazismo, assim como sou contrária a qualquer regime, sistema, conduta ou posicionamento que vá contra os direitos individuais, garantias de segurança ou contra a vida das pessoas", observou Daniela Reinehr em nota encaminhada à imprensa.

No documento, a governadora interina observou que acreditava que tivesse respondido a pergunta. "Sinceramente, pensei ter deixado isso claro quando fui questionada durante entrevista coletiva concedida na terça-feira (27/10), independente das palavras usadas", salientou.

A pergunta específica diz respeito a sua paternidade. Ela é filha de Altair Reinehr, professor de história simpatizante dos ideais nazistas.

Ela assume o cargo após o governador Carlos Moisés (PSL) ser afastado temporariamente enquanto seu processo de impeachment é julgado, assim como ocorre com o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Se o placar da votação da denúncia se repetir no tribunal especial, Moisés pode ser absolvido e voltar ao cargo. Reinehr teve a denúncia arquivada.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247