Sede do PT-PR sofre quarto ataque em pouco mais de um ano

O PT do Paraná, presidido por Doutor Rosinha, informou, em nota, que, por volta das 4h20 da madrugada desta quinta-feira (25), "duas pessoas encapuzadas atiraram bombas de coquetéis molotov" na sede do Diretório Estadual do partido, em Curitiba; "É o quarto atentado contra o PT-PR e funcionários da sede desde março do ano passado", aponta o texto; a polícia ainda não identificou os criminosos

O PT do Paraná, presidido por Doutor Rosinha, informou, em nota, que, por volta das 4h20 da madrugada desta quinta-feira (25), "duas pessoas encapuzadas atiraram bombas de coquetéis molotov" na sede do Diretório Estadual do partido, em Curitiba; "É o quarto atentado contra o PT-PR e funcionários da sede desde março do ano passado", aponta o texto; a polícia ainda não identificou os criminosos
O PT do Paraná, presidido por Doutor Rosinha, informou, em nota, que, por volta das 4h20 da madrugada desta quinta-feira (25), "duas pessoas encapuzadas atiraram bombas de coquetéis molotov" na sede do Diretório Estadual do partido, em Curitiba; "É o quarto atentado contra o PT-PR e funcionários da sede desde março do ano passado", aponta o texto; a polícia ainda não identificou os criminosos (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - O PT do Paraná informou, em nota, que, por volta das 4h20 da madrugada desta quinta-feira (25), "duas pessoas encapuzadas atiraram bombas de coquetéis molotov" na sede do Diretório Estadual do partido, no bairro São Francisco, em Curitiba.

"É o quarto atentado contra o PT-PR e funcionários da sede desde março do ano passado", informa o comunicado. De acordo com nota do partido, "há imagens de câmeras de monitoramento que serão disponibilizadas às autoridades policiais e à imprensa".

O ataque aconteceu horas após uma megamanifestação em Brasília contra Michel Temer e as reformas trabalhista e da previdência. A polícia ainda não identificou os criminosos.

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247