América latina

Gustavo Petro anuncia data de reinício de diálogos entre Governo da Venezuela e oposição

Presidente colombiano apoia entendimento político no país vizinho

www.brasil247.com - Gustavo Petro e Nicolás Maduro
Gustavo Petro e Nicolás Maduro (Foto: Reuters)


247 - O presidente colombiano, Gustavo Petro, anunciou nesta quarta-feira (23) que as negociações entre o governo da Venezuela e a oposição serão retomadas na próxima sexta-feira (25).

Petro, que participou de uma rodada de conversas prévias entre os partidos realizada semanas atrás em Paris, França, acrescentou que também haverá uma jornada de diálogo no sábado, 26 de novembro.

No momento, não há confirmação do representante do governo venezuelano no diálogo. 

O anúncio ocorre após a reunião realizada há 12 dias em Paris pelos delegados dos partidos venezuelanos junto com o presidente colombiano; o titular da Argentina, Alberto Fernández; o presidente francês, Emmanuel Macron; e a chanceler norueguesa, Anniken Huitfeldt.

Proposta de Petro

Após o encontro em Paris, o presidente colombiano propôs vários pontos-chave para "revitalizar" a mesa de diálogo, com vistas a um acordo político entre as partes: o desbloqueio da Venezuela, uma anistia geral e um pacto de convivência antes e depois das próximas eleições.

Na ocasião, o presidente do Parlamento, Jorge Rodríguez, afirmou que havia "a melhor disposição para avançar em um acordo geral", mas que isso dependerá do entendimento da comunidade internacional sobre os danos que as sanções causam ao seu país.

"Avançamos muito na possibilidade de chegar a um acordo social, mas isso é algo que ainda está reservado e que saberão muito em breve", disse Rodríguez.

As conversações entre o setor mais radical da oposição da Venezuela e o Executivo foram suspensas há mais de um ano, em outubro de 2021, depois da extradição do empresário e diplomata venezuelano Alex Saab de Cabo Verde para os EUA.

Apesar do congelamento das negociações, em maio passado as partes retomaram "conversações formais" para finalizar a reativação do diálogo na Cidade do México, depois que os EUA relaxaram algumas medidas coercitivas contra a Venezuela.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247