Dodge e PGR não convencem nem a República de Curitiba

Essa nova PGR já começou mal, entrando no Jaburu na calada da noite, apenas para organizar a data da sua festa de posse e obviamente escolhendo se vai dançar "o Bolero de Ravel" ou a "Valsa Vienense", com ele na noite de seu debut. Uma coisa é certa, essa senhora está mais para Dodge Dart 1977, do que para o Challenger SRT Demon 2017

Imagem para artigo Dodge e PGR não convencem nem a República de Curitiba, de Ricardo Fonseca
Imagem para artigo Dodge e PGR não convencem nem a República de Curitiba, de Ricardo Fonseca (Foto: Ricardo Fonseca)

Pegou péssimo o encontro noturno fora da agenda oficial , entre a nova PGR Raquel Dodge- 1977- com o Presidento Michel - decorativo - Temer.

Foi na terça-feira (8), que o encontro "às escuras" aconteceu. Dodge justificou dizendo que a pauta era a organização de uma data para a sua posse , que não coincidisse com uma viagem de Temer para pedir bênçãos à Domald Trump.

A PGR no entanto demorou 5 dias para emitir uma nota oficial e, Pasmem! Confirmar a versão cerimoniosa da futura Procuradora Geral da República. Enquanto isso no rio de lama do (des) Palácio do Jaburu, o Temerário tenta destronar Rodrigo- Vovó Mafalda - Janot, pedindo a sua (olha que coisa linda!) suspeição. Confira aqui.

Ontem (13), o almofadinha e integrante da força-tarefa da Lava Jato na República de Curitiba, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, disse que "encontros fora da agenda não são ideais para a situação de nenhum funcionário público". Um tapa na cara de Gilmar Mendes e Joesley Batista, que eram acostumados a visitar o Presidento nessas mesmas condições noturnas. Confira aqui.

Opa! Joesley não era funcionário público, desculpem o lapso causal. O mega empresário da Friboi era o giga patrão privado dos funcionários, amigos e aderentes do governo Temer. Que foi carinhosamente condecorado pelo amigo decorativo de "o bandido notório de maior sucesso na história brasileira". Um bela homenagem feita pelo bandido de estimação de 1% da elite brasileira.

Essa nova PGR já começou mal, entrando no Jaburu na calada da noite, apenas para organizar a data da sua festa de posse e obviamente escolhendo se vai dançar "o Bolero de Ravel" ou a "Valsa Vienense", com ele na noite de seu debut.

Uma coisa é certa, essa senhora está mais para Dodge Dart 1977, do que para o Challenger SRT Demon 2017. Impressionante como Temer está levando além de seu governo e o povo brasileiro, agora a PGR também, para o seu desastroso programa "escorrega-bunda para o passado."

Diante do exposto, o povo da República de Curitiba quer saber: Qual o modelito do vestido que a Dona Dodge vai usar na noite de sua posse? Um Valentinho elitizado Azul- turquesa; Criadinho afrolatinoamericano básico ou Temeroso cor de burro quando foge à noite?

Quem viver verá e irá sobreviver pra contar pros seus netos, é o que se espera! E para Temer vale essa pequena máxima que acabei de criar: " Sorte com Dodge, azar com Janot.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Lula volta a frustrar Moro, Rede Globo e PSDB
Mauro Nadvorny

Não é o Lula, é o Lula

Ninguém pode ser condenado sem trânsito em julgado. Em outras palavras, um culpado de um crime qualquer, só pode cumprir sua pena, quando tiver sua condenação confirmada e todos os recursos negados...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247