O pastor mentiroso e o lobo

"Moral da história, se alguém quiser dar um golpe não fique convocando todos seus amiguinhos para depois dizer que era só porque ele estava com febre na hora, pois essa pessoa fica desacreditada e quando quiser os outros não vão aparecer para ajuda-lo"

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)


As fábulas são coisas fantásticas, pois elas ensinam muito de forma clara e didática, a fábula do menino pastor mentiroso e o lobo pode ser utilizada nos dias de hoje. 

O menino pastor gritava para que outros pastores ouvissem, “olha o lobo” “ele está me atacando” e os pastores vinham na corrida para salvá-lo, como não era verdade os pastores saiam irritados e o menino caia na risada. Por algumas vezes o menino repetiu a brincadeira até que um dia apareceu um lobo de verdade e o menino gritou por socorro, como os apoiadores do golpista não acreditavam mais no menino, não vieram acudi-lo e o lobo comeu o menino. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moral da história, se alguém quiser dar um golpe não fique convocando todos seus amiguinhos para depois dizer que era só porque ele estava com febre na hora, pois essa pessoa fica desacreditada e quando quiser os outros não vão aparecer para ajuda-lo, pois isso custa tempo e dinheiro, podem até ser presos, logo a vontade de acudir o golpista não existirá e quando a reação chegar que poderá ser um cabo e um soldado, não terá ninguém para livrá-lo e com isso o menino e seus irmãozinhos menores o 01, 02, 03 e 04, podem terminar todos na Papuda. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email