Olha a censura aí gente!

Antes de tentar censurar a internet com Marcos Regulatórios, nossos queridos políticos deveriam sim criar uma política de Educação Digital

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A maior festa pagã brasileira acabou de acabar, mas o carnaval apenas "embebou" o que viria aparecer depois dele, travestido de "Marco Regulatório Civil da Internet no Brasil" – a velha e implacável censura. Lutou-se tanto pela abertura política na ditadura militar, militou-se tanto em movimentos estudantis, utópicos e secretos. Combateu-se a virulência e estupidez do AI-5 e as câmaras torturantes do DOI-CODI. Porém em pleno século XXI, querem amordaçar a maior via de acesso às informações independentes do planeta – a internet.

Todos sabem que foi aqui (pra ler esse texto você tem que estar necessariamente conectado) que as (já tão cansativas e sem sentido) manifestações se formaram. E mais ainda, é aqui nessa mesma "rede de intrigas" que elas tomaram força e corpo.

Dando uma googlada, encontrei o dito cujo Marco Regulatório da internet aqui, quietinho nesse link. E nele encontrei vários pontos interessantes, mas um merece ser destacado:

1 - Direitos Individuais e Coletivos (Privacidade, liberdade de expressão e direito ao acesso)

Nesse capítulo, fala-se da "Intimidade e vida privada", direitos já garantidos pela nossa Constituição Federal. E também da "Proteção de dados pessoais", também garantidos no Código de Defesa do Consumidor e na Lei do Habeas Data. Com a desculpa de que no Brasil não existe um documento único que trate do assunto de forma abrangente e ordenada.

Desta feita, eles querem incrementar mais ainda a boa e velha indústria dos processos judiciais. Como se já não bastasse, por qualquer motivo, todos os dias, alguns afro-descentes, homoafetivos ou até funcionários demitidos recorrerem aos tribunais para "garantir" os seus "direitos violados". Com a nova lei, isso tudo poderá gerar talvez até uma "pandemia de indenizações". Já imaginou se numa discussão um sujeito qualquer me chamasse de "careca FDP", eu tivesse desempregado, doido pra arrajar "umzinho extra", e protegido pela nova Lei, corresse para o Tribunal de Pequenas Causas e processasse o boca-suja? Se ganhasse seria lucro, se perdesse, pelo menos haveria tentado, é o que diriam muitos por aí...

Essa será a nova realidade da internet no Brasil, onde tudo o que for desagrado virará processo, e a justiça brasileira que caminha há anos em largos passos de tartaruga, acumulará mais esse ônus laborioso.

Antes de tentar censurar a internet com Marcos Regulatórios, nossos queridos políticos deveriam sim criar uma política de Educação Digital, incluindo essa atividade como uma nova disciplina para ser trabalhada nas escolas e universidades brasileiras. Só através da educação e da cultura é que se transforma um povo.

Há menos de 24 horas o Congresso vai definir os rumos digitais do País. Regulamentar para mim é uma coisa, regular é outra. E pra você, se isso não for censura é o que?

Fique ligado, veja quem votou contra e quem foi a favor. Diga não à censura digital, exerça o seu direito. #SouContraCensuraDigital #PorUmMundoMelhor

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email