Recado ao Irmão promotor

Para além de tudo o que está em jogo, seu testemunho de fé está sob juízo, não perca sua história de fé, nem a sua comunhão com o seu Deus!

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Quando eu estava começando o meu ministério, ouvi de um velho pastor a ponderação: Não peque, se pecar se arrependa, confesse e peça perdão. Porque, quando a gente peca, o Espírito Santo vem e nos adverte na consciência, e se a gente não da ouvido à consciência ele envia os profetas, e se a gente não dá ouvidos aos profetas, o Espírito Santo entende que fizemos um pacto com os demônios, e libera as consequências. 

Eu diria que você já está a receber os avisos dos profetas, você sabe, a fala dos profetas são vazamentos do céu; se você resolver atender aos profetas, você, certamente, se arrependerá e confessará. É o melhor para si e para o país!  

Para além de tudo o que está em jogo, seu testemunho de fé está sob juízo, não perca sua história de fé, nem a sua comunhão com o seu Deus!  

Não dê a Deus a impressão de que você fez um pacto com os demônios.   

Não se esqueça, demônios se disfarçam de várias maneiras, dizem que até mesmo de juiz.  

Os seres caídos vivem, ou melhor, morrem de ódio, principalmente, aos pobres; morrem de ódio à justiça; promovem toda sorte de conluio e sempre se mancomunam com o que há de pior na sociedade. E não se esqueça, como já nos advertiu um profeta do passado, na maioria das vezes, os demônios vêm do norte, ou pelo norte são teleguiados.   

E, talvez, você pense que, simplesmente, não pode ser, pois, você teve apoio irrestrito de muitos irmãos e irmãs, alguns, bastava vê-lo, em suas respectivas conferências, (que, espero, tenham sido pro bono)  ficavam em pé e cantavam o hino nacional; mas, você, certamente, leu que até os fiéis podem ser enganados.  

Bem, quero lhe deixar essas ponderações, até porque, nesses momentos, a gente precisa de quem se importe com a nossa coerência frente à fé. Enfim, oro para que a sabedoria o alcance.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Jandira Feghali

O massacre como política

Quem deterá o governador Witzel? Com certeza não será sua humanidade, já que comprovou não lhe restar nenhuma. É preciso transformar nossa indignação em protestos e ações institucionais e políticas...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247