Teoria e Prática

A poetisa Cristine Nobre Leite denuncia a lambança das Forças Armadas, envolvidas em mais um escândalo



Cipó de Aroeira

Teoria e Prática

Por Cristine Nobre Leite

Vejo que a corrupção
É pauta desse governo
Nas folhas do meu caderno
Vai chovendo anotação
É quilo somando em grão
Todo dia, toda hora
Olhos piscam sem demora
Abrindo em nova notícia
É milícia com malícia,
Milico que despudora

As lindas Forças Armadas
Andam numa maré magra
Precisando de Viagra
Pra saírem das brochadas
São coisas tão engraçadas
Que nos custa acreditar
Se o leite não condensar?
E o Viagra der pra traz?
Canhão:" Para sempre jaz!"
Nada aqui vai levantar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não dá nem pra atirar
Sem a tal Sildenafila
Agora aumentou a fila
Muitos querem se alistar
O azul vai imperar
Do chão do quartel à telha
Bandeira? Nunca vermelha!
Meio mastro é gozação
No seio dessa Nação
Há casarão pra abelha

Em todo canto há ferrão
Pra injetar toxinas
Milhares de cloroquinas
Foram pra fabricação
Não sei bem qual a razão
Que esse povo aqui só zomba
Viagra cai feito bomba
Capaz de grande explosão
E não bate num Mourão  
E nenhum "daqueles" tomba

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na teoria protegem
Em prática, abusivos
Esnobam com distintivos
À luz de um Poder emergem
Com teoria se elegem
Em lema de honestidade
Na prática há só maldade
E um fracasso viril
Deixando o belo Brasil
No vício, na iniquidade

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email