USTF: Barroso peita Gilmar e vence bonito o 1° round

Acredita-se que essa “briga de cachorro-grande” não acaba por aqui. Só resta agora aguardar as cenas do próximo capítulo. Porque quem conhece Gilmar Mendes e suas declarações midiáticas tem a certeza de que logo, logo, virá a revanche

O clima esquentou na tarde de ontem (26) no Supremo Tribunal Federal em Brasília. Acostumado a intimidar quem atravessa em seu caminho, o Ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, encontrou  até que enfim, um desafiado à sua altura. 

Roberto Barroso categoricamente não só deu uma surra de direito penal em Mendes, como o desmentiu e o colocou no seu devido lugar com a célebre frase: “Aliás, nós prendemos, tem gente que solta”.  

Na réplica Gilmar disse: Solta cumprindo a Constituição. Quem gosta de prender… Vossa excelência, quando chegou aqui, soltou José Dirceu… “

Com o charme que lhe é peculiar Barroso soltou: “Absolutamente. Isso é mentira. Aliás, vossa excelência normalmente não trabalha com a verdade. Então gostaria de dizer que José Dirceu foi solto por indulto da presidente da República…”

Reveja o 1° round do que parece ser o início da luta do ano:

Os 9 ministros assistiram a tudo como se estivessem num octógono vendo a semifinal do UFC. O caloroso debate só acabou com duas intervenções da presidente da casa, Ministra Carmem Lúcia, que pediu respeito ao recinto. 

Evidentemente pelo menos 2 pessoas gostaram da atuação de Roberto Barroso: Deus e o mundo. 

Rodrigo Janot, um velho desafeto que assistia a sessão então, nem se fala… ficou em êxtase, quando o desafiado Barroso disse:”  Vossa excelência devia ouvir a última música do Chico Buarque: “a raiva é filha do medo e mãe da covardia”. Vossa excelência fica destilando ódio o tempo inteiro! Não julga, não fala coisas racionais, articuladas, sempre fala coisa contra alguém, está sempre com ódio de alguém, está sempre com raiva de alguém. Use um argumento, o mérito do argumento…” 

- Ouça a música nova do Chico Buarque citada pelo ministro: 



E por que não falar então do Procurador Federal Nicolau Dino, que fazia parte da equipe de Janot e foi desrespeitado em pleno julgamento da ação de cassação da chapa Dilma-Temer. reveja aqui

Acredita-se que essa “briga de cachorro-grande” não acaba por aqui. Só resta agora aguardar as cenas do próximo capítulo. Porque quem conhece Gilmar Mendes e suas declarações midiáticas tem a certeza de que logo, logo, virá a revanche.

 Disse Jesus: “O ESCÂNDALO (MAL) É NECESSÁRIO, MAS AI DAQUELE POR QUEM O ESCÂNDALO (MAL) VIER”. E para complementar ele também falou:  “O plantio é livre, mas a colheita obrigatória.” 

Mendes colheu o que plantou. E foi tudo aquilo que muitos tinham vontade de dizer-lhe, mas não tinham a coragem. 

Aguardem as cenas do próximo capítulo dessa novela da vida real, onde as máscaras da justiça estão começando a despencar devagarinho. 

Obrigado Barroso, você representa milhares de pessoas, mais até do que a sua vã filosofia não pode e nem consegue imaginar…

O´para finalizar o placar final dessa luta verbal ficou assim: Barroso 1 x 0 Gilmar. Deu zebra! 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247