Vai ter um monte de Jesus gay no carnaval

É o que vai acontecer com a censura imposta por um juiz Bolsonarista ao especial de natal do Porta Dos Fundos, exibido na Netflix. Não haverá decisão judicial que impeça, nem como punir quem desobedecer.

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

É o que vai acontecer com a censura imposta por um juiz Bolsonarista ao especial de natal do Porta Dos Fundos, exibido na Netflix.

Não haverá decisão judicial que impeça, nem como punir quem desobedecer.

A maior festa popular será vitrine de protestos contra o governo e seus ataques à democracia.

Mais de uma dezena de escolas de samba vão expressar repúdio ao governo de extrema-direita que ameaça a liberdade de expressão e demonstra completo desprezo à justiça social.

A Mangueira é uma, vai mostrar em seu enredo que o bolsonarismo nada tem de valores cristãos.

A censura aos humoristas vai desencadear reações onde soarem os clarins de momo. É o que acontece quando um governo tenta reprimir a resistência por meio da arte, do humor e do jornalismo.

É esperar pra ver Jesus gay e também negro, pobre, camponês, indígena e como todos que se sentem ameaçados desde que Jair Bolsonaro tomou posse.

A censura nos reduz, humilha, mas também une e fortalece.

No carnaval a irreverência bota a intolerância pra correr pela porta dos fundos.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247