Após pesquisas, pessimismo toma conta de aliados de Bolsonaro no Planalto

Expectativa interna era de que, a esta altura, presidente já estaria próximo de Lula nas intenções de voto, mas a distância apenas vem aumentando

www.brasil247.com - Bolsonaro e Lula
Bolsonaro e Lula (Foto: Isac Nóbrega/PR | REUTERS/Washington Alves)


247 - Após um lampejo de otimismo com as projeções de abril para a corrida presidencial de 2022, os resultados das pesquisas das últimas semanas, que mostram o ex-presidente Lula (PT) disparado na liderança, tomaram os aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL) por um crescente pessimismo, de acordo com a coluna de Guilherme Amado, no Metrópoles.

Segundo a coluna, o entorno de Bolsonaro avaliava que, neste momento, o presidente já deveria estar "encostado" no petista nas intenções de voto. O que o Datafolha mostrou no fim de maio, por outro lado, é um cenário radicalmente oposto: 21 pontos percentuais separam Lula (líder) do atual chefe do executivo. Em tal cenário, o ex-presidente poderia ser eleito no primeiro turno.

Além de não ter confirmado a tendência de subida esboçada em abril, Bolsonaro, pelo contrário, viu sua situação piorar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email