Após relatório golpista, Valdemar Costa Neto convoca nova coletiva de imprensa

Alexandre de Moraes deu ao presidente do PL 24 horas para que seja apresentada a íntegra do relatório encomendado pelo partido que questiona o resultado das eleições de 2022

www.brasil247.com - O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto
O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto (Foto: Jose Cruz/Agencia Brasil)


247 - Menos de 24 horas após questionar sem provas o resultado das eleições de 2022, o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, convocou uma nova coletiva de imprensa para a tarde desta quarta-feira (23) para responder a determinação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, para que a legenda apresente dados que também englobem o resultado do primeiro turno do pleito em até 24 horas. O prazo dado por Moraes termina às 16h39 de hoje.

Na segunda-feira (22), Valdemar cedeu às pressões feitas por Jair Bolsonaro (PL) e apresentou um relatório de cunho golpista para pedir que parte dos votos das últimas eleições seja invalidado sob a  justificativa que uma auditoria - contratada pelo próprio partido - teria encontrado “evidências contundentes de mau funcionamento de urnas eletrônicas”. 

O questionamento do PL, porém, trata apenas do resultado apenas do segundo turno, ignorando a eleição da bancada na primeira etapa do pleito. 

Ao apresentar o relatório, porém, Valdemar questionou a lisura das urnas no segundo turno das eleições, mas fez uma espécie de jogo duplo ao afirmar que o documento não representa a visão da legenda. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247