Bolsonaristas presos dizem à PF que receberam dinheiro para participar dos atos golpistas

Diversos depoimentos dos presos mostram que os casos não foram isolados

Atos terroristas em Brasília - 08.01.2023
Atos terroristas em Brasília - 08.01.2023 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Em depoimentos à Polícia Federal (PF), diversos bolsonaristas presos por conta dos atos do 8 de janeiro revelaram ter recebido doações em dinheiro para viajar a Brasília. Também disseram que foram disponibilizados ônibus gratuitos para a viagem, pagos por empresários ou pessoas desconhecidas. As informações são do jornalista Aguirre Talento, do UOL. 

Um deles, Douglas Augusto Pereira, que estava à época desempregado e sem fonte de renda, contou à PF que topou uma oferta de R$ 1,200, em dinheiro vivo e Pix, para participar da tentativa de golpe de estado terrorista.  Isso quando estava em um acampamento de manifestantes bolsonaristas no 14º Grupo de Artilharia de Campanha, quartel do Exército em Pouso Alegre (MG).

continua após o anúncio

"O pessoal que estava acampado em frente ao 14° GAC, em Pouso Alegre/MG, realizou uma 'vaquinha' para arrecadar recursos que custearam a vinda do interrogado", disse ele à PF. 

E prosseguiu no seu relato: "Recebeu, aproximadamente, R$ 1,200 (mil e duzentos reais) em espécie e Pix". Questionado sobre os financiadores, Douglas respondeu: "Recebeu os recursos de diversas pessoas, não tendo uma responsável pela arrecadação".

continua após o anúncio

O jornalista acrescenta em sua reportagem: "Nos depoimentos, os presos evitaram apresentar detalhes como a identidade dos financiadores de suas viagens. Este tipo de depoimento, colhido logo após a prisão das mais de 1.400 pessoas, não costuma trazer muitos detalhes. A PF, entretanto, apreendeu telefones celulares, o que deve permitir o aprofundamento das investigações, cruzando seus dados com as informações colhidas no momento da prisão". 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247