Bolsonaro ameaça acabar com escolas de Sem Terrinhas em live: "treinam militantes"

O Movimento Sem Terra (MST) possui 2 mil escolas que já atenderam mais de 200 mil crianças e adolescentes, além de 50 mil adultos

MST
MST (Foto: MST)
Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum - Durante transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e disse que gostaria de acabar com todas as escolas criadas pelo movimento. São mais de duas mil unidades escolares dos Sem Terrinhas nos assentamentos do MST, onde vivem mais de 350 mil famílias.

“Vocês sabiam que existem mais de 200 escolas dos Sem Terrinha no Brasil?”, questionou Bolsonaro. Segundo ele, essas escolas são “financiadas pelos estados de governadores de esquerda” e “treinam militantes, hasteiam a bandeira vermelha todo dia e cantam a internacional socialista. Se você falar em verde e amarelo, apanha lá dentro”.

“Se eu pudesse acabava com essas escolas dos sem terrinha”, disparou. O presidente ainda criou teorias conspiratórias sobre a presença de um suposto grupo guerrilheiro no estado de Rondônia.

PUBLICIDADE

Leia mais na Fórum.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email